Notícia [VÍDEO] Avaliação do BYD Tan EV 2022, o SUV chinês de luxo

A chinesa BYD, sigla para Build Your Dreams, se tornou referência em veículos elétricos. Ela se tornou uma das principais fornecedoras de conjuntos para fabricação de ônibus movidos a bateria. Mas ela também decidiu que iria apostar no segmento de automóveis.


E para fazer sua estreia no mercado brasileiro, a marca apostou em dois modelos de luxo o Tan EV (SUV) e o Han EV (sedã). E fomos conferir como anda o utilitário imenso, equipado com dois motores que entregam potência de supercarro.



Ficha técnica BYD Tan EV 2022​


O BYD Tan EV chegou com a missão de se tornar referência no segmento de elétricos de luxo. A marca desenvolveu um carro extremamente luxuoso, que não poupa materiais sofisticados e muita tecnologia embarcada. E para concorrer rivais alemães como Audi, BMW, Mercedes-Benz e Porsche, ela não economizou. Para quem se lembra de quando a Lexus estreou no mercado, 1989, e foi apelidada de Mercedes japonesa, o BYD certamente é a Mercedes chinesa.

Qual é sua carroceria?​


SUV grande, quatro portas e capacidade de sete ocupantes.

Onde é feito?​


Importado da China.

Quanto custa?​


R$ 520 mil

Quem são seus concorrentes?​


O Tan EV concorre no segmento de SUVs premium elétricos. Seus concorrentes são:

  • Audi e-tron
  • BMW iX3
  • Mercedes-Benz EQB
  • Volvo XC40 Recharge

O que ele oferece?​

byd tan ev interior painel

O interior está alinhado com os carros de luxo atuais com uso farto de materiais sofisticados
  • Banco do motorista elétrico, com memória de posição
  • Banco do motorista com aquecimento
  • Banco do passageiro elétrico
  • Bancos da segunda fileira reclináveis
  • Bancos revestidos em couro
  • Quadro de instrumento digital
  • Direção elétrica
  • Partida sem chave
  • Computador de bordo
  • Ar-condicionado digital de duas zonas
  • Purificador e ionizador de ar
  • Multimídia de 15,6 polegadas com (com Android Auto, Apple CarPlay e sistema giratório)
  • Câmera 360 graus
  • Filmagem de viagem
  • Câmera interna
  • Carregamento por indução
  • Vidros elétricos nas quatro portas
  • Retrovisores com ajuste elétrico
  • Teto solar panorâmico
  • Abertura elétrica do porta-malas
  • Rodas de liga leve aro 22
  • Faróis Full LED
  • Faróis de neblina

Itens de segurança​

  • Duplo airbag frontal
  • Duplo airbag lateral
  • Duplo airbag de cortina
  • Freios ABS
  • Controle de tração
  • Controle de estabilidade
  • Isofix
  • Controle de cruzeiro adaptativo (ACC)
  • Monitor de permanência em faixa
  • Monitor de pressão dos pneus
  • Alerta de ponto cego
  • Assistente de desembarque
  • Frenagem emergencial
  • Alerta de colisão

Como é o motor?​


O BYD Tan EV conta com dois motores, um para cada eixo.

A transmissão é automática do tipo CVT, com emulação para 11 marchas. Já a tração é apenas dianteira. A unidade dianteira entrega 245 cv e 33,6 kgfm de torque. Já o motor traseiro oferece 272 cv e 35,7 kgfm de torque. Apotência combinada é de 517 cv e 69,3 kgfm.

Como todo elétrico, a transmissão é de apenas uma velocidade e por ter um motor para cada eixo, a tração é integral.

Como é autonomia do BYD Tan EV?​


O Tan EV é equipado com baterias de 86,4 kWh. A marca declara autonomia de 437 km

Como é a recarga?​


O BYD Tan EV só pode ser recarregado em Wallbox ou eletropostos. O tempo varia de acordo com a fonte

Fontepotênciatempo de recarga
Eletroposto110 kW78 min.
Wallbox7 kW15 horas

Qual é a capacidade do porta-malas?​

byd tan ev azul traseira parado

Porta-malas, mesmo com os a terceira fileira ocupada comporta volume superior a um Fiat Mobi

O porta-malas do Tan EV é grande para comportar os dois bancos extras. Seus volumes são:

DisposiçãoVolume
5 lugares600 litros
7 lugares235 litros

Qual é a suspensão do BYD Tan EV?​


O BYD Tan EV conta com conjunto independente para as quatro rodas. Ele utiliza sistema McPherson no eixo dianteiro e multibraço na traseira.

Freios​


O jipão chinês conta com conjunto fornecido pela italiana com discos nas quatro rodas. Sendo ventilados com pinças de seis pistões no eixo dianteiro, e sólidos, no eixo traseiro.

O post apareceu primeiro em .

 
Top